SergipePrevidência lança projeto em homenagem aos segurados centenários da rede estadual

2 de outubro de 2023 15:09. Atualizado há 8 meses.

Um século de existência é uma data especial e merece ser comemorada. É por isso que o SergipePrevidência, em atenção, cuidado, admiração e carinho aos aposentados e pensionistas centenários da rede estadual, lança o Projeto Centenários. Realizado em um restaurante da capital, o almoço de lançamento do Projeto com os segurados protagonistas e a data foram, especialmente, selecionados em homenagem à Semana do Idoso. Centenários é um projeto do Programa Melhor Idade, desenvolvido pelo SergipePrevidência.

Secretária de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seasc), Érica Mitidieri ressaltou que o projeto e o almoço simbolizam o cuidado e carinho especiais do Governo do Estado com seus aposentados e pensionistas.

“Foi uma honra ter a oportunidade de participar de um almoço com centenários do SergipePrevidência. O conhecimento e a sabedoria deles nos inspiram. Além disso, a iniciativa de promover atividades voltadas ao Programa Melhor Idade, é uma bela forma de reconhecer e valorizar aqueles que dedicaram décadas de serviço ao Estado e à sociedade sergipana. Isso demonstra um gesto de gratidão e apreço pelos segurados que alcançaram um século de existência, celebrando suas contribuições significativas, e enriquecendo a experiência de envelhecimento ativo e saudável”, afirmou a gestora.

De acordo com o diretor-presidente do SergipePrevidência, José Roberto de Lima Andrade, até dezembro deste ano, o Governo do Estado tem 33 segurados centenários, entre cerca de 35 mil aposentados e pensionistas.

“Tudo isso é para vocês. Cuidado especial para pessoas especiais. O encontro comemorativo, os cartões foram especialmente preparados com muito cuidado, carinho e admiração. Com 111 anos, dona Maria Alaíde é a nossa segurada aposentada mais antiga. Ela reside em Ribeirópolis e fomos até a casa dela para vê-la e dar um abraço, pessoalmente. Para nossos beneficiários com maior facilidade de locomoção, preparamos esse almoço. Fica aqui nossos parabéns pela saúde e longevidade, e muito obrigado pela honra da presença de vocês”, agradeceu José Roberto.

Lucivanda Nunes, secretária de Estado da Administração (Sead), pasta à qual o Previdência é vinculado, comentou sobre o sentimento de cuidar de uma maneira especial àqueles que dedicaram muitos anos de suas vidas servindo o povo sergipano. “O Projeto Centenários do Previdência representa uma nova forma de cuidado, reconhecimento, valorização, e agradecimento aos aposentados e pensionistas centenários da rede estadual”, pontuou.

Centenárias

Aos 111 anos, e natural e residente do município de Ribeirópolis, dona Maria Alaíde Menezes é aposentada da rede estadual mais antiga do SergipePrevidência. A beneficiária foi professora e diretora do Centro de Excelência Abdias Bezerra, escola estadual sediada naquele município.

“É muito bom receber e sentir esse carinho, esse reconhecimento, a quem nos dedicamos e servimos, por anos e anos”, agradeceu a nora de dona Maria Alaide, Ednelza Menezes.

Filha da pensionista Maria Leontina Menezes, dona Josenilde Menezes falou sobre a importância da ação, que interage direto com os segurados e a família. “Esse contato e atenção diretos com a gente demonstra um toque humano, de cuidado e respeito. Foi uma surpresa linda. E o projeto também é lindo. Obrigada”, agradeceu.

A pensionista Maria Adelaide dos Santos recém completou 100 anos de vida. Nascida em 24 de setembro de 1923, a beneficiária nasceu no município de Telha e, agora, mora na capital sergipana.  “Estamos lisonjeadas, que sensibilidade. É muita delicadeza o SergipePrevidência valorizar, prestigiar e nos presentear pelos 100 anos da minha mãe. Muito obrigada”, disse a filha de dona Adelaide, Rosemary dos Santos.

José Roberto, Érica Mitidieri, Lucivanda Nunes e beneficiários centenários

Aposentada Maria Alaíde Menezes
Dona Alaíde e família
Pensionista Maria Adelaide dos Santos
Maria Leontina Menezes
Josefina Carvalho Paixão
Beneficiários Maria Leontina Menezes e Vicente Ferreira de Melo
Pular para o conteúdo